Artigo comemorativo dos 5 anos do site

No dia 1 de Janeiro de 2019 fez 5 anos que o site começou a publicar para estremecer o inferno, converter hereges, pecadores, combater o cisma e suprir o que há muito tempo faltava na internet: um site tradicionalista e exaustivamente compilador da doutrina de sempre da Santa Igreja Católica, expondo na sua maior radicalidade o maior profeta do século XX e quem chamamos de "O Príncipe dos Cruzados", isto é, Plinio Corrêa de Oliveira.

Dando graças a Nossa Senhora de Fátima por tudo alcançado até hoje, queríamos fazer um pequeno artigo relacionando os caminhos do mundo e do site de lá para cá.

Antes disto, queremos agradecer a Santa Bibiana que salvou a vida de um dos editores deste site recentemente. Depois, agradecer por poder publicar três livros, mesmo em pdf gratuito (estão disponíveis na coluna da direita na versão web do site, que pode ser vista mesmo por celular no menu de configurações do navegador). Estamos certamente ansiosos por publicar mais.

O que aconteceu daquele ano (2014), em que começamos a escrever, para o atual (2019) no mundo é que muitos passaram a admitir a existência de uma "onda conservadora", seja para lamentar ou não. Não queremos fazer "mais uma análise política", mas mencionar que se não há Contra-Revolução da maneira que ensinou Plinio Corrêa de Oliveira, e se não há intervenção Divina, como mostramos que haverá através dos nossos livros, há dois caminhos para esta "onda conservadora", seja aonde for que ela tenha tomado popularidade ou o poder político: ser vítima da Revolução internamente e morrer, ou bater de frente com a Contra-Revolução no ápice.

A primeira opção é preocupante, visto que se os representantes desta "onda" forem atores desde o começo, entusiastas ou servos dos revolucionários que sabiam daquilo que viria, eles meramente deixarão, no momento em que caírem, o caminho livre para o radicalismo ideológico anti-católico que vem surgindo em vários cantos do mundo. Como eles irão cair, o tempo responderá, mas meios não faltarão, pois a Revolução já tem séculos de existência e inúmeros campos de penetração.

A segunda opção, em que se darão os eventos dos quais tratamos por anos aqui, pode ser bom ou ruim aos que surfam esta onda, dependendo de seu grau de afinidade com algum tipo de falsa-direita, combatida também por nós em diversos artigos. A única coisa clara é que nunca mais serão os mesmos e nunca mais estarão aonde estão em popularidade e poder, assim como os fariseus, mais heterodoxos que os saduceus entre os grupos mais visíveis da época de Nosso Senhor Jesus Cristo, passada a queda de Jerusalém, viraram história.

Da nossa parte queremos dizer que continuaremos a fazer, aqui neste site, o que fazíamos antes, publicando na página do facebook algum artigo doutrinário, mesmo antigo, relacionado com algum tema atual.

Sempre tivemos a intenção de combater a cultura do conhecimento de bilhete, do tamanho do smartphone, do conhecimento de twitter, facebook, ou a rede social monopolista do momento, ainda mais que já sabíamos que era previsível a perseguição que estas redes fazem ao catolicismo, e como seus próprios algoritmos servem para mascarar o que é bom. Visamos artigos substanciais, que precisam de estudo, daí nossa insistência em fazer destas redes sociais, quando usadas, meramente um meio para este endereço. 

Agradecemos aos leitores, e que Nossa Senhora, medianeira de todas as graças, abençoe a todos.