Papa Francisco manda carta elogiando livro infantil que apoia homossexualismo, adoção de crianças por gays e casamento gay

Do conhecido Jornal inglês The Guardian (edição e tradução livre nossa):

"Papa manda carta elogiando livro infatil gay

Os hipopótamos, cangurus e pinguins adornando a capa de "Piccolo Uovo" (Pequeno Ovo) dá pouca noção da tempestade política e religiosa que o livro infantil vem causando. Enquanto as aventuras de um ovo que parece inofensivo, a descoberta de diferentes tipos de família, incluindo do mesmo sexo, causou uma reação de conservadores que acusam a autora italiana Francesca Pardi de promover a teoria de gênero pró-homossexualidade.

No livro, o ovo encontra um par de penguins gays, coelhas lésbicas criando com sucesso uma família, como outros modelos de família, incluindo um hipopótamo solteiro, um casal de cachorros de raça mista, e cangurus que adotaram filhotes de urso polares.

O livro, no entanto, encontrou desaprovação do novo prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, que em Junho baniu Piccolo Uovo e outros 50 títulos das escolas. A decisão levou mais de 250 autores italianos a pedirem que seus próprios livros fossem removidos das prateleiras da cidade, um ato que um autor descreveu como "um protesto contra o apelativo gesto de censura e ignorância".

Agora Pardi encontrou um improvável suporte no Papa Francisco, que através de seus funcionários escreveu à autora elogiando o livro. "Sua Santidade é grata pelo gesto delicado e pelos sentimentos que ele invoca, esperando por uma sempre mais frutífera atividade no serviço das gerações jovens e a alastramento dos valores humanos e cristãos genuínos", escreveu Mons.Peter B. Wells, um oficial senior na Secretaria de Estado do Vaticano.

A carta, datada de 9 de Julho e recentemente vista pelo "Thue Guardian", foi uma resposta para uma parcela dos livros infantis mandados por Pardi ao Pontífice em Junho. A coleção de sua editora, Lo Stampatello, incluindo sete ou oito livros que tratam de temas como lésbicas, gays, bissexuais, e transgênero (LGBT), foi acompanhada por uma sincera carta da autora descrevendo os ataques que ela sofreu nos meses recentes.

(...)

Apesar do elogio Papal ao trabalho de Pardi, uma significativa mudança na visão do Vaticano sobre os relacionamentos gays é improvável. O Pontífice vai presidir no mês que vem um encontro mundial de família, com católicos de todo globo na Filadélfia e nos Estados Unidos, mas os grupos LGBT não foram convidados para expressarem suas opiniões.

Católicos em todo mundo começaram uma campanha contra a abertura do Papa, com mais de meio milhão de assinaturas em uma petição pedindo para Francisco reafirmar o ensinamento da Igreja sobre as pessoas gays e os divorciados.

Os assinantes da Filial Súplica pretendem ter um impacto no Sínodo da família em outubro no Vaticano, quando os ensinamentos da Igreja vão ser discutidos pelo líderes mundiais da Igreja. A petição foi notoriamente assinada pelo Cardeal tradicionalista Raymond Burke, que foi despromovido pelo Papa ano passado" [1].

Sabemos que recentemente, como cotuma fazer, o porta-voz do Vaticano, Pe.Lombardi, disse que a carta foi instrumentalizada [2], no entanto, nos perguntamos se um livro defendendo a família, ou uma doutrina tradicional da Igreja contra um erro contemporâneo, ou a máfia gayzista, se ele teria a mesma recepção.

Salmo em reparação (Salmo 129)

"Desde o mais profundo clamei a Ti, Senhor. Senhor, ouve a minha voz. Estejam atentos os teus ouvidos à voz da minha súplica. Se examinares, Senhor, as nossas maldades, quem, Senhor, poderá subsistir ?

Mas em Ti se acha a clemência, e por causa da tua lei pus em Ti, Senhor, a minha confiança. A minha alma está confiada na sua palavra, a minha alma esperou no Senhor.

Desde a vigília da manhã até a noite, espere Israel no Senhor. Porque no Senhor está a misericórdia, e há nele copiosa redenção. E Ele mesmo redimirá Israel de todas as suas iniquidades".

Veja mais sobre a crise na Igreja:

Papa Francisco: aumento do uso de ar-condicionados é hábito nocivo, "tal comportamento que às vezes parece suicida". Vida na selva ?

Papa Francisco diz: "O Corão é um livro profético de paz". O que pensar ? 

João Paulo II celebra missa com homens e mulheres nus (índios), que ajudam a ler a epístola e a levar as oferendas  

Papa Bento XVI refuta em fotos os que o chamam de "mestre da liturgia"  

O Concílio Vaticano II conclama a urgência de um governo mundial, incluso para promover o desarmamento e condenar "qualquer espécie de guerra"

Clique aqui para ver mais provas da crise na Igreja

-----------------------------------------------------------
[1] "Pope Francis sends letter praising gay children's book", 28 de Agosto de 2015. Disponível em: 
http://www.theguardian.com/world/2015/aug/28/pope-francis-sends-letter-praising-gay-childrens-book
[2] "Il Papa scrive all’autrice dei libri gender Vaticano: 'Strumentalizzata la lettera' ", Corriere del Veneto, 28 de Agosto de 2015. Disponível em: http://corrieredelveneto.corriere.it/veneziamestre/notizie/cronaca/2015/28-agosto-2015/papa-scrive-all-autrice-libri-gender-2301842981839.shtml