Lançamento da segunda edição do volume 1 da série "O Príncipe dos Cruzados", de Eloi Taveiro

Capa do Vol.1, Pt.1
Concepção meramente artística de
um brasão Papal hipotético,
não oficial
O site "O Príncipe dos Cruzados" lança hoje, dia 13 de Julho de 2018, a segunda edição de: "O Príncipe dos Cruzados (Volume 1, Parte 1): Da Teologia da História às profecias", com 609 páginas, e "O Príncipe dos Cruzados (Volume 1, Parte 2): Plinio Corrêa de Oliveira, o S. Elias de seu tempo e profeta por sabedoria", com 218 páginas.

Ambos escritos por seu articulista principal e motor principal, Eloi Taveiro.

No dia 13 de Maio de 2015 havíamos lançado a primeira edição da primeira parte, e poucos dias depois, a segunda. Respectivamente com 477 e 193 páginas. Com o novo formato e os incrementos da segunda edição estes números aumentaram. 

Em breve, uma terceira edição das duas partes do volume 1 com acréscimos, revisão gramatical, e acréscimos, como prometido desde a primeira!


ENQUANTO ISSO, VEJA OS ARTIGOS QUE SÃO INCLUÍDOS NO PDF NAS PÁGINAS SEGUINTES:


Clique para ver Profecias Católicas
(Parte 1 do Volume I)


Por temas:

- O reino da luxúria e da impureza
 
- Apostasia na Igreja e nos povos


- Castigo Mundial ou Bagarre
 
- Reino de Maria ou Restauração


- Hipóteses e interpretações exegéticas

Clique aqui para ver previsões de Plinio Corrêa de Oliveira na política, na religião, costumes, coisas particulares, etc
(Parte 2 do Volume I)



Abaixo a introdução/advertência da 3a edição, ainda sem forma final...


ADVERTÊNCIA DA 3a EDIÇÃO DO VOLUME I

Este volume faz parte da série “O Príncipe dos Cruzados”. Desta foi lançado em primeiro lugar o volume I, dividido em duas partes: “Da Teologia da História às profecias” e “Plinio Corrêa de Oliveira: O Santo Elias de seu tempo e profeta por sabedoria". O segundo volume compila matéria teológica tradicional contrariando erros hodiernos.

A segunda parte do primeiro volume pode ser lida sem a primeira, e a primeira sem a segunda, com boa vontade. No entanto, elas formam um conjunto, e são divulgadas separadas por duas razões: extensão das partes e o interesse de muitos em só uma.

O sumário explica por si a divisão e o intento da série. Reforçamos aqui o que é afirmado por toda a série: o objetivo é glorificar a Deus através da exposição das profecias privadas, as quais convergem como denúncias ao mundo que vivemos, que está em oposição à doutrina católica tradicional. 

Também estas profecias têm vaticínios do futuro. Afinal, "o Senhor Deus não faz nada sem ter revelado antes o seu segredo aos profetas, seus servos" Amós III, 7

Disponibilizamos este volume em pdf, incentivando, como sempre, o uso de algum e-reader para a leitura desta obra que, apesar de não ser de domínio público, é disponibilizada gratuitamente. Com um e-reader que simula ao máximo um livro de verdade, o leitor terá acesso a muitas obras boas que caíram em domínio público.


Adendo da 3a edição: após 5 anos, chegamos à conclusão que esse trabalho é menos que palha. De fato, se há algum mérito, ele precisa ser dado aos inúmeros santos, beatos, e profetas em odor de santidade que receberam inúmeras profecias, sem contar com os diversos católicos que trataram do tema. Só tivemos a graça de poder compilar toda essa riqueza da Santa Igreja. Um dia a Virgem Santíssima suscitará filhos verdadeiramente marianos para fazerem um trabalho bem melhor do que este. Ademais, se há alguma contribuição original nesta obra, o assentimento é inteiramente dependente do juízo da Santa Igreja Católica Apostólica Romana. Se algum dia algo aqui escrito for condenado, previamente já nos pomos ao lado Dela.

A data escolhida para publicar esse pdf pela primeira vez também é relevante: 13 de Maio de 2015, festa de Nossa Senhora de Fátima. Noventa e oito anos depois da primeira aparição. A data é simbólica, também, porque sete anos após começarão, segundo nossas hipóteses, eventos nunca antes vistos pela humanidade, mas antes vislumbrados pelos profetas (adendo da 3a edição: não se trata do fim do mundo, tampouco é um convite para esperar sentado, ou programar a vida de acordo com isso!). O primeiro dos 7 anos que nos separa do ano aguardado, e a primeira das 7 aparições que nos separa da aparição aguardada têm data no dia 13 de Maio. Afinal, a Virgem de Fátima ainda disse: “Virei aqui uma sétima vez”. Somente seis aparições ocorreram.

A exclusão de diversas profecias notórias foi explicada no começo do capítulo V. Além disso, cremos que
Deus não quer que conheçamos profecias, mas esperamos conseguir um dia algumas destas, hoje perdidas, porque de fato elas existem.

Também afirmamos aqui previamente que quando usamos o nome “TFP” para designar uma entidade que teve como principal fundador Plinio Corrêa de Oliveira, não falamos no sentido jurídico, isto é, de sua existência perante a lei, mas de seu sentido espiritual. Assim, temos mais liberdade para nossas teses, sem emitir juízo sobre a associação hoje e seu caráter social. Portanto, esse volume e toda a série não representa nenhuma entidade ou grupo do mundo, e nem o pensamento da TFP brasileira e de outros países. Ele representa somente a opinião do autor ou de quem aderir ao pensamento exposto.

Na 2a edição, foram feitas diversas correções de português, assim como reformulação ou eliminação de frases incompreensíveis, mesmo no contexto, por causa da falta de revisão em alguns artigos escritos com pressa e sob "brainstorming".

Adendo da 3a edição: escritos em plena "Pátria Educadora", a primeira e a segunda edição careciam de revisão de ortografia, coesão, pontuação, norma culta da língua, paralelismo sintático, concordância verbal, crase, etc. Graças a Deus pudemos corrigir isso, livrando-nos um pouco da ignorância. A pressa foi tão inimiga da perfeição que só nessa 3a edição percebemos que tínhamos esquecido de colocar um artigo que deveria entrar na 1a edição.
O que chamamos de atualização na 2a edição foram essas revisões, agora de fato feitas. Quanto à diagramação, foi inserido o que faltava: numeração, quebras de página, capa na parte, bordas menores, arrumação de textos fora de ordem, etc. Isso fez o número de páginas aumentar mais do que aumentaria só com os incrementos. Se julgamos correto em deixar público o trabalho sem todos esses elementos, o futuro dirá melhor do que o presente, mas o fato consiste no seguinte: essa edição é a mais próxima do que visávamos.
 

Na próxima página, colocamos as novidades e incrementos mais relevantes de cada parte, em todas as edições, conforme prometido desde a primeira.

(...)