Exame de consciência tradicional sobre a pureza e modéstia aprovado pelo Bispo de San Luis, D.Laise, e pelo Pe.Antonio Royo Marín, O.P.

O seguinte exame de consciência de cunho tradicionalista é retirado do livro "Preces - Pro Opportunitate Dicendae (para recitação privada)", Editora Artpress, 2014, aprovado pelo Bispo de San Luis, Argentina, D. Juan Rodolfo Laise. Ele possui incrementos de perguntas retiradas do livro de mesmo nome, impresso pela Editora The Foudation for a Christian Civilization, Inc., 1996, aprovado pelo famoso teólogo Frei Antonio Royo Marín, O.P. Este último livro foi a principal fonte do primeiro, portanto pode se dizer que o exame abaixo é de ambos os livros com edição nossa (site "O Príncipe dos Cruzados").

Aqui colocamos somente a parte em que concerne à pureza e modéstia. Veja nesse link o exame completo: 

Baixe aqui o exame completo em arquivo doc-word: LINK

São João Bosco ouve confissões no Oratório. Outros meninos esperam fazendo exame de consciência
Sexto e nono mandamentos

Conservei ou alimentei sentimentos, afeições e imaginações românticas ? Recordei destes sentimentos tidos no passado ? Tive amizades particulares ?

Demorei-me voluntariamente em pensamentos e imaginações impuras ?

Mantive conversas obscenas ? Tenho assistido a elas com gosto ?

Ouvi músicas satânicas como por exemplo, o rock, o funk ? Cantei cantigas ou modinhas sensuais ? Ensinei-as a outros ou as divulguei ?

Li textos de livros ou escritos impuros ?

Desejei ver ou fazer coisas desonestas, comigo mesmo ou com outros ? Olhei coisas desonestas com má intenção, por curiosidade ou simplesmente por falta de vigilância ?

Tenho tomado cuidado em desviar o olhar de outdoors, cartazes e bancas de revista ? Ou olhei sem cuidado e por curiosidade para todos os lados quando estou na rua ? Fui, sem necessidade, a locais mundanos, como shopping centers, cinemas etc ?

Tomei parte em divertimentos perigosos à pureza, como danças, sessões cinematográficas ? Aluguei e assisti filmes perigosos à pureza ? Assisti programas de TV, visitei sites de internet, folheei revistas e folhetos [mesmo por curiosidade] pondo assim em risco a virtude da pureza ?

Pratiquei ações impuras ? Só um com outros ? Permiti que outros façam tais coisas comigo ? Toquei no próprio corpo com malícia ou má intenção ? Ou o apalpei por mania ou leviandade ?

Dei escândalo ao próximo, ou fui a causa de ele pecar ? Quantas vezes ? Emprestei maus livros, levei outros para assistir maus filmes ou programas de TV, mostrei ou expus imagens obscenas ? Vendi maus livros ou imagens imorais ?

Fui ocasião de pecado mortal para outros por más conversas, cantigas ruins, modas indecentes, gestos obscenos ou maus exemplos (escândalo) ? Faltei com a modéstia, vestindo-se ou despindo-se em presença de outros ? Dei escândalo pelo uso de roupas indecentes ?

Coloquei-me, voluntariamente, em ocasião próxima de pecado ?

Tenho circunstâncias especiais a acusar com relação a estes pecados ?

[Nota do Pe.Faber: "Não somos senhores do primeiro impulso irrefletido do coração e do espírito. O inimigo pode estender subitamente a mão sobre as chaves antes de estarmos prevenidos. Mas para que importe em consentimento, ou se torne pecado, é preciso que aceitemos o prazer e nele nos demoremos propositadamente"]

CLIQUE PARA MAIS SOBRE: Modéstia, Pureza e Elegância: masculina e feminina