S. Frei Gil de Santarém profetiza a restauração da casa de Deus, o fim do islamismo, a paz universal

S. Frei Gil de Santarém, rogai por nós!


Sugerimos a leitura prévia:
Beato Francisco Palau prevê a vinda de novos e últimos apóstolos, junto com o restaurador

São Luís Maria Grignion de Montfort profetiza o Reino de Maria e os apóstolos dos últimos tempos 
 
Clique aqui para ler mais sobre o Grande Castigo e o Reino de Maria

Extraído de: "O Príncipe dos Cruzados (Vol. I, parte I, 3a edição, Cap. V)".

S. Frei Gil de Portugal ou de Santarém (1190-1265), foi um religioso da sagrada ordem de S. Domingos.

Profecia em negrito com comentários selecionados do Pe. Antônio Vieira em aspas e nossos em fonte normal.

Lusitania sanguine orbata regio diu ingemiscet


"A Lusitânia o reino de Portugal, morrendo seu último rei sem filho herdeiro, gemerá e suspirará por muito tempo". 


Não parece indicar a morte do imperador de Portugal e de seus herdeiros, mas a queda da monarquia, coisa que aconteceu tempos depois, e o que fez sofrer Portugal várias revoluções, como até hoje tem sofrido com sanções revolucionárias que querem restaurar os tempos de Sodoma e Gomorra com um espírito igualitário e socialista. Por exemplo: atualmente é legalizado a ignomínia do aborto em Portugal.

Sed propitius tibi Deus:
Et insperate ab insperato redimeris.
 
"Mas lembrar-se-á Deus de vós, ó Pátria minha; e sereis remida não esperadamente por um rei não esperado (...)".

É o Grande Monarca das profecias, e não necessariamente será Rei de Portugal ou do sangue deste local, mas será Grande Rei, como se fosse de todas as nações. Mas também vemos aqui uma profecia da vinda da Rainha das Rainhas, Nossa Senhora em Fátima.  


A profecia não fala de um Rei propriamente, é o Pe. Antônio quem a interpreta assim, mas tomamos a parte do inesperado como uma missão importante na restauração futura, seja com Nossa Senhora de Fátima, seja com alguma participação em uma ou mais dos três apóstolos da restauração: o Papa Santo, o Monarca e o General.

Africa debellabitur: Imperium ottomanum ruet

 
"Será vencida e conquistada África. O império otomano cairá (...)".

Quer dizer o povo pagão, pois a África neste tempo ainda representava uma maioria pagã, tribal. A vinda do Grande Monarca resultará na conversão das nações pagãs. A queda do império Otomano quer dizer o fim do islamismo, como profetizado por outros.

Domus Dei recuperabitur


"A casa santa de Jerusalém será finalmente recuperada. E por coroa de tão gloriosas vitórias".

Não só Jerusalém, mas a casa de Deus, "Domus Dei", isto é, a Igreja das mãos dos revolucionários. Também pode significar a própria Basílica do Vaticano e Cidade, porque, segundo profecias de outros como S. João Bosco, que já mencionamos, o Papa Santo sairá de Roma.

Aetas aurea reviviscet : Pax ubique erit.
Felices qui viderint
 
"Ressuscitará a idade dourada. Haverá paz universal no Mundo. Ditosos e bem-aventurados os que isto virem!" [1].

Bem-aventurados aqueles que virem instaurados o Reino de Maria, e a paz universal depois desse Grande Castigo
. É interessante notar que esta profecia é da Idade Média, que foi um auge da Civilização Cristã. Mesmo assim, ela fala ainda de uma idade dourada que ressurgirá, talvez prevendo o fim da Idade Média.


-------------------------------------------------

[1] Sermão de Bons Anos que pregou o R. P. Antonio Vieira da Companhia de Jesus na Capela Real no primeiro dia de Janeiro do ano de 1642. Lisboa, na Oficina de Lourenço de Anueres, p.10