Beato Francisco Palau prevê a vinda de novos e últimos apóstolos, junto com o restaurador

Beato Francisco Palau y Quer (1811-1872) foi um padre carmelita exorcista espanhol. Foi um dos primeiros a tentar aumentar o número de exorcistas nas Igrejas. Em 1868 fundou o semanário "El Ermitaño", onde iria escrever muitas profecias.
Os negritos são nossos.

Elias, o profeta virá representado nesta ordem de apóstolos que converterá o mundo

“Vejo descer do Céu uma ordem de apóstolos: são os novíssimos, e por meio deles Satanás será expulso da sociedade humana, e o mundo se converterá pela sua pregação” [1].

"Elias virá, e virá numa ordem de apóstolos, ou missionários” [2].

Virão junto com grande sinais

"Quem serão estes novos, e últimos apóstolos, que apresentarão à luta, como, e de onde, em que época aparecerão, em que forma e com que armas lidarão e vencerão ? Isto é um segredo, que será revelado e não tardará, com sinais horrendos no céu, e sobre a terra. Belzebuth vai ser jogado no abismo com seus anjos nesse dia!"

As leis do culto livre sustentam o demônio, que tem uma rede secreta de homens na terra

"(...) os príncipes e as potestades com seu rei Belzebuth, que se apresenta armado com uma ordem de homens, que tem aliança com ele, e a semelhança de uma rede misteriosa se estende sobre toda a terra, tendo seus centros, suas escolas, seus maestros em todas as capitais do mundo; e sua obra está autorizada e sustentada pelas leis do culto livre, e pelas autoridades pagãs, que se apresentam debaixo da forma de católicos umas e outras inimigas declaradas do catolicismo" [3]


O Beato resume o futuro em tópicos

"Tudo se reduz aos artigos seguintes:

1 - A formação de um império universal, o império do mal, o triunfo de Satanás no terreno da força material e política.

2 - A volta de Gólgota e da Palestina ao domínio dos católicos, e com a conversão a Deus destas tribos, a entrada na plenitude de todas as nações à Igreja com todos os reis que agora a perseguem.

3 - A destruição total e completa do império de Satanás e dos poderes políticos que agora combatem pela ação imediata de Deus "quem Dominus Jesus interficiet spiritu orís sui"

4 - A Conversão à Deus e à Igreja de todas as nações, e de seus reis, a vinda ao mundo de um restaurador com a missão de Moisés "restituet omnia" à frente de uma ordem de apóstolos, os novíssimos, que a providência tem preparado para a última hora.

5 - Satanás desacorrentado combatendo Cristo e sua Igreja a frente de todos os poderes políticos, e materiais da terra, sua prisão e acorrentamento e em sua prisão a ruína de seu império, do império da maldade." [4].


A Restauração que se fará, com a vinda de uma Grande Graça

“Se Deus, nos altos desígnios de sua Providência, escolheu como centro do catolicismo o Monte Calvário, chegada a hora ali irá, ali chegará a Igreja coronada de espinhos, e ali será crucificada, e ali o mundo será de novo remido.

Aqui, neste mundo, a Esposa do Cordeiro receberá ao pé da Cruz todas as nações novamente remidas pelo sangue de Jesus e dos últimos mártires” [5].

“A Igreja mudará uma segunda vez a face do mundo, mas antes terá que descer ao silêncio dos sepulcros. 

Com seus templos arruinados, Ela se recolherá na solidão das montanhas. Ali receberá o Espírito Santo na plenitude dos dons que precisa para salvar a sociedade moderna” [6].

“O Espírito Santo desceu sobre o Monte Sinai entre trovões, relâmpagos e tempestades para anunciar ao povo a lei do Decálogo que havia esquecido. 

O Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos numa tempestade. Em tempestade descerá mais uma vez, e jogará no abismo o espírito mau, ímpio, espírito tenebroso revolucionário, que possui o corpo moral da sociedade humana e que a agita a partir destes ares que respiramos, em horríveis convulsões políticas” [7].


Santa Teresa de Jesus vê a vinda de um grande Santo Carmelita e de Apóstolos fervorosos

S.Francisco de Paula prevê a vinda de novos apóstolos que acabarão com a seita maometana e restaurarão a Igreja

São Luís Maria Grignion de Montfort profetiza o Reino de Maria e os apóstolos dos últimos tempos 
Clique aqui para ler mais sobre o Grande Castigo e o Reino de Maria


-----------------------------------------------------------------------------
[1] “El triunfo de la Iglesia”, El Ermitaño, Nº 97, 15-9-1870 
[2] “Fray Onofre — Cuento de mi sombra”, El Ermitaño, Nº 29, 20-5-1869 
[3] El combate se ha trasladado a otro terreno, El Ermitaño, Ano IV, n º 121, 2 de Março de 1871
[4] El Ermitaño, Ano III, n°95, 1 de Setembro de 1870.
[5] “La Iglesia coronada de espinas”, El Ermitaño, Nº 156, 2-11-1871
[6] “La Internacional”, El Ermitaño, Nº 147, 31-8-1871 
[7] “La Tempestad”, El Ermitaño, Nº 149, 15-9-1871