No Concílio Vaticano II o homem é o centro de tudo e as aspirações do homem mundano daquele tempo são as mesmas do fiel católico

Constituição Pastoral Gaudium et Spes, 7 de Dezembro de 1965, sob o pontificado Paulo VI (grifos nossos):

"1. As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade alguma verdadeiramente humana que não encontre eco no seu coração".

Os homens daquele tempo certamente não tinham aspirações cristãs, depois de tantas revoluções, em uma época em que estavam a pleno vapor o rock, a psicodelia, a contracultura e a liberalização dos costumes. Dizer o contrário é mundanizar as aspirações cristãs no mínimo.

"12. Tudo quanto existe sobre a terra deve ser ordenado em função do homem, como seu centro e seu termo: neste ponto existe um acordo quase geral entre crentes e não-crentes".

Assim, não é mais em função de Deus e da Igreja, Seu Corpo Místico, que tudo na terra deve ser ordenado. Aliás, falar "tudo na terra" é dizer que até a Igreja Católica, que existe na terra (chamada Igreja militante), deve estar ordenada em função do homem e não só: deve estar ordenada tendo ele como termo, ou seja, o fim da Igreja é o homem. Além disso, deve tê-lo, o homem, como centro. Então o centro seria o homem e não Nosso Senhor Jesus Cristo.

Apesar do trecho ter sua dose de verdade visto que Deus deu toda a terra, os animais, plantas e ervas da terra para o domínio do homem conforme o livro do Gênesis, a frase indica mais do que isso sem mencionar restrições.

Salmo em reparação (Salmo 129)

"Desde o mais profundo clamei a Ti, Senhor. Senhor, ouve a minha voz. Estejam atentos os teus ouvidos à voz da minha súplica. Se examinares, Senhor, as nossas maldades, quem, Senhor, poderá subsistir ?

Mas em Ti se acha a clemência, e por causa da tua lei pus em Ti, Senhor, a minha confiança. A minha alma está confiada na sua palavra, a minha alma esperou no Senhor.

Desde a vigília da manhã até a noite, espere Israel no Senhor. Porque no Senhor está a misericórdia, e há nele copiosa redenção. E Ele mesmo redimirá Israel de todas as suas iniquidades".

Veja mais sobre a crise na Igreja:

Papa Francisco: aumento do uso de ar-condicionados é hábito nocivo, "tal comportamento que às vezes parece suicida". Vida na selva ?

Papa Francisco diz: "O Corão é um livro profético de paz". O que pensar ? 

João Paulo II celebra missa com homens e mulheres nus (índios), que ajudam a ler a epístola e a levar as oferendas  

Papa Bento XVI em fotos mostra que revolucionou os símbolos, roupas e paramentos Papais

Papa Bento XVI refuta em fotos os que o chamam de "mestre da liturgia"

Clique aqui para ver mais provas da crise na Igreja