Dr.Plinio Corrêa de Oliveira profetiza a crise no Oriente Médio em 1944

1944

Com os recursos naturais do mundo muçulmano ele tem em mãos a economia Europeia

“O mundo muçulmano possui recursos naturais indispensáveis ao suprimento da Europa. Ele terá em mãos os meios necessários para perturbar ou paralisar a qualquer momento o ritmo de toda a economia européia. E, com isto, ele terá também os meios para se armar até os dentes” [1]

Se arrependerão de ter dado muito espaço para os muçulmanos um dia

“Reunir-se-á dentro de algum tempo, no Cairo, a famosa conferência destinada a

congregar em um todo político os povos de idioma árabe e cultura muçulmana. Por enquanto o perigo deste empreendimento parece uma [simples] quimera( ...) Entretanto dia virá em que se notará o gravíssimo erro em que incidem as potências ocidentais, consentindo na formação desse moloch bem às portas da Cristandade” [2]

1946: o neo-arabismo ameaçará o mundo de metralhadora em punho, exatamente o que ocorreu décadas depois


“Não tardará muito que apareçam também as questões internacionais, o atrito entre o neo-arabismo, de metralhadora em punho contra o Ocidente dividido, anarquizado, extenuado (...).” [3]

1947: não é uma questão de hoje, mas “uma grave questão de amanhã”

“No próprio momento em que a URSS, com suas nações satélites ou escravas, ameaça o Ocidente, o aparecimento de mais este inimigo [os maometanos] só pode ser indiferente aos políticos imediatistas e de vistas curtas. Por tudo isto, a questão maometana, que, se não é ainda inteiramente uma questão de hoje, já é indiscutivelmente uma grave questão de amanhã, nos interessa e nos preocupa” [4]

CLIQUE: Plinio Corrêa de Oliveira e suas Profecias
-------------------------------------
Fontes:
[1] “Legionário”, 8-10-1944
[2] “Legionário”, 16-1-1944
[3] “Legionário”, 21-7-1946
[4] “Legionário”, 19-10-1947