Soeur de la Nativité profetiza a corrupção sacerdotal por traidores infiltrados: a seita mais funesta que já existiu fará uma devastação

Outras leituras semelhantes: 

N.Senhora do Bom Sucesso profetiza a crise na Igreja "calando-se quem deveria falar", o desprezo pela extrema unção e a eucaristia 

A Teologia da História prova a vinda do Castigo Mundial ou Bagarre, por Plinio Corrêa de Oliveira em 1971.

O profeta Daniel fala da abominação no templo, do fim das iniquidades no mundo, e de uma guerra depois da vinda de um ungido

Soeur de la Nativité profetiza o racionalismo como arma do Diabo, e a vitória dele na esfera civil e religiosa pela tibieza dos sacerdotes

Clique aqui para ler mais sobre Reino de Maria, Castigo Mundial, Papa Santo

Soeur de la Nativité ou Irmã da Natividade ou Jeanne Le Royer (1731-1798), religiosa Urbanista (Clarissa) de Fougères.

Traidores se instalaram na Igreja. A última parte fala da abreviação do exílio, o que nos faz lembrar que em outras partes a religiosa menciona que Nosso Senhor prefere ter com os pagaõs, o que pode indicar a futura conversão dos povos orientais, como a China, conforme outras profecias.

"Os crimes pelos quais Ele parecia mais tocado, e que Ele chorava com mais amargura, eram as infidelidades, as prevaricações e os escândalos dos maus sacerdotes e de todos os eclesiásticos que por suas desordens e sua vida escandalosa, profanam os sacramentos,

desonram seu sacerdócio e fazem blasfemar seu Santo Nome...Quanto ministros de meu altar, disse Ele, fazem mais mal do que servem à salvação das almas que eu resgatei. Eles fizeram furtos aos bens da minha Igreja, para suas festejos, seus jogos e suas despesas inúteis, às custas dos pobres que eles roubaram, e eles disseram no seu coração: estes bens são nossos, sem nenhum fardo ou obrigação sobre eles. Que usurpação ! Que sacrilégio ! " [1].

"Jesus Cristo chorava então pela ofensa à Deus, pela desolação da Igreja, pela extinção da fé e da caridade; pela perda das almas e a desgraça dos repróbos, dos quais o inferno se enche, apesar de tudo que Ele fez para evitar isto (...).

"Minha filha, crerás vós ? Se encontram em Minha Igreja os Judas que me traíram e me venderam: Eu fui abandonado, Eu fui renegado de novo; libertaram Barrabás e me condenaram a morte. Eu fui cruelmente flagelado e coroado de espinhos. Me cubriram de vergonha e de opróbios; me conduziram ao suplício para ser crucificado uma segunda vez... ¨Que castigos merecem tantos e tão sangrentos ultrajes ! No entanto, Eu escutei as preces de minha Igreja, seus gemidos e seus suspiros Me fizeram violência, e Eu resolvi abreviar o tempo de seu exílio..."  [2].

Perto do tempo do anti-Cristo, mas não nele ainda. Mais para frente a religiosa mescla as duas coisas.

"Saiba, minha filha, me disse Ele nesta ocasião, que, perto dos últimos séculos e próximo do reino do anti-Cristo, se levantará uma falsa religião contrária unidade de Deus e de Sua Igreja". 

A maior heresia de todas, a síntese de todas as heresias, é o modernismo como disse São Pio X. Ele não só não morreu, como pensam os progressistas de hoje, como domina toda a terra, o que estes falso católicos não querem ver.

"Segundo o que eu entendi, meu padre, esta heresia fará uma devastação, ao ponto que eu não creio que tenha havido uma tão funesta (...). Ela será acreditada, encontrará partidarios por todos lados, terá grandes sucessos, levará ao longe suas conquistas, e parecerá envolver todos os países e todos os estados, nos que ela terá um ar magnífico e muito importante de bondade, de humanidade, de beneficência, e até de religião, o que será uma armadilha sedutora, para um grande número então.

Seus sectários, para ter maiores resultados, terão ao início um grande respeito pelo Evangelho e pela catolicidade; apareceram livros sobre espiritualidade, que serão escritos por eles com cor de devoção, e levarão as almas a um ponto de perfeição que parecerá elevar-las até o terceiro céu. Tampouco se duvidará da santidade de seus autores nem de seus partidários, que os porão por cima dos mais grandes santos, os quais, segundo eles, não terão feito senão devastar o caminho da virtude (...)"

A falsa espiritualidade misturada agora com falsas piedades, demonismos. As questões específicas como o batismo, pode ser que chegue a tal ponto, mas não cremos que se cumpra ao pé da letra, erro comum em toda a interpretação. O mesmo se pode aplicar para outros detalhes mais surpreendentes, que podem ter acontecido, e alguns demonismos destes aconteceram, mas não que em todo o orbe se pratique tal coisa

"Eles terão altares e templos onde seus sacerdotes tratarão de imitar os mistérios, as ceremônias e o sacerdócio da religião, nas quais eles misturarão uma quantidade de circunstâncias extravagantes e supersticiosas, invocando, ou melhor, profanando o santo
nome de Deus... Eles violarão os sacramentos; no princípio eles batizarão no nome das Três Pessoas Divinas, mas depois mudarão a ordem das personas e em seguida as deixarão para substituí-las por alguns de seus santos. A hipocrisia deles os farão inventores de austeridades surpreendentes e acima da abstinência quaresmal e da Igreja, e a todas as mortificações dos santos, mas tudo será mera aparência e para impressionar os olhos dos homens.

Estando sua religião fundada sobre os prazeres dos sentidos, despreciarão interiormente a vida crucificada, a mortificação, o sofrimento, e tudo o que eles fizerem se parecer exteriormente se reduzirá à acrobacias, por onde as habilidades charlatães tentam se superar mutualmente para seduzir os mais simples e conseguir crentes para seus enganos e essa má fé deles, o que se manifestará em breve pelo desprezo que farão publicamente da fé e da moral do Evangelho. O ridículo que eles tentarão jogar sobre os cristãos de então não deixará de fazer cair e apostatar um grande número, porque esta espécie de perseguição é tão mais terrível quanto ela é fortificada pelo respeito humano, o amor-próprio, uma falsa vergonha, e sobre tudo pelas paixões que nós colocamos sempre no lado que as favorece".

O demonismo visto pela religiosa dentre as pseudo-místicas desta seita. Pode ser que a profecia diga também de algo futuro, como na época do Castigo ao mundo, onde então se levantarão falsos profetas, como disse o Senhor, para poderem acabar com a missão profética daqueles poucos que Deus encarregou, e para isso farão prodígios

"Para melhor fingir seguirem as santas instituições da Igreja, eles estabelecerão falsas religiosas, que se consagrarão em palavra a continência, e se mostrarão por excelência as esposas dos Cánticos ou as esposas do Espírito Santo. Elas serão de um grande socorro
para a obra do demônio; ele as tornará de uma beleza arrebatadora, exercerá por elas prodígios que fascinarão a todos os olhos e farão ver estas vestais como divindades. As revelações, as predições do futuro, os extâses, os arrebatamentos em corpo e alma elas terão frequentemente e debaixo dos olhos de todos. Se escutará falar de prodígios e de milagres dos ministros do error que, de seu lado, no farão menos esforços para iludir ao povo com coisas surpreendentes, por onde o demônio entrará frequentemente, até que depois de sua morte, ele os elevará no ar em globos de fogo, afim de fazê-los adorar como deuses imortais. Tambén se pintarão suas imagens nos templos, e se dirá que uma Igreja que produz semelhantes milagres é muito mais santa que a anterior" [3].

-------------------------------------------
Fontes:
[1] Vie et Révélations de la Soeur de la Nativité, Beaucé, Paris, 1819, Libr. de S.A.R. Mgr.Duc d'Angoulême, Tome Premier, . pg. 271
[2] Idem. 272-273
[3] Idem. Tomo II, pgs. 13-17