Beato Francisco Palau fala de um restaurador da Igreja Católica: um novo Elias, um novo Moisés

Beato Francisco Palau y Quer (1811-1872) foi um padre carmelita exorcista espanhol. Foi um dos primeiros a tentar aumentar o número de exorcistas nas Igrejas. Em 1868 fundou o semanário "El Ermitaño", onde iria escrever muitas profecias.

Os negritos são nossos.

O restaurador terá dons incríveis, e expulsará os demônios da sociedade


"Antes que se levante Carlos, ou outro rei Católico, Deus dirá a um homem o que disse a Moisés: "Aqui tens uma vara: nela ostentará todas as nações minha existência e minha onipotência". A este homem serão entregados a descrição dos demônios, para serem lançados foras do corpo da sociedade atual, dos corpo das nações....A este homem obedecerão terra, inferno e céus, os elementos e a natureza inteira: este homem estará em pé firme
"insignitis et potentis ante reges horrendos", antes que esses reis com quem agora Pio IX tem que transigir, e nesse homem terminará os sistema das transações;

Virá no dia da apostasia geral, no dia da guerra geral, no dia em os encarregados de combater o diabo forem impotentes por causa de incredulidade. Isto significa o clero.


Quando virá ? Quando nada o crer; quando todas as nações terem consumado nas pessoas de seus reis a apostasia da fé; quando vê-se o diabo glorificando-se em seu triunfo, resistindo ao poder dos católicos. Quando o diabo chegar ao extremo de se apresentar na frente de todos reis da terra dando guerra contra Deus com seu lema: "Revolução !" Quando os encarregados de jogá-lo no abismo, forem impotentes para vencê-lo por causa da incredulidade deles. Então aparecerá no mundo este homem para anunciar seu fim" [1].


Daí a restauração das coisas eclesiásticas pela mão dele, o fim do progressismo

“Elias recomporá as coisas eclesiásticas em sua devida ordem com mão potente, banirá do seio da Igreja os falsos políticos, anticristãos, essas falanges de escritores e doutores que em nome de Cristo seduzem os povos, e limpará o templo de Deus das abominações com que o emporcalham os maus católicos” [2].

Quem será? Não é o grande monarca das profecias, porque não é rei, mas restaurará a sociedade por completo
 

"Não se conhece outro restaurador que não ele. Se vem a restauração verdadeira que consiste na conversão a Deus de todas as nações e de seus reis, o restaurador não pode ser rei, e sim apóstolo....E este apóstolo será Elias, o Elias prometido, seja qual for o nome que ao aparecer se dará a ele. Chame-se João, Moisés, Pedro, o nome pouco importa. a missão de Elias restaurará a sociedade humana porque assim Deus em sua providência ordenou" [3].

Será da Ordem do Carmo, mas pode ser um simples trabalhador (leigo carmelita)

"Será Elias o tesbita, aquele próprio que profetizou durante o reinado de Acab e Jesabel, reis de Israel? Não sabemos.

Mas não tem nada contra a fé acreditar que seja um homem qualquer, um pescador como Pedro, o filho de um marceneiro como Jesus, um pobre homem, ignorante segundo a ciência do mundo, mas sábio para sua missão” [4].

“Quando os apóstolos desceram do monte [Tabor], perguntaram a seu mestre sobre a missão de Elias, e Jesus respondeu: Elias em verdade virá, e quando vier, restabelecerá todas as coisas (São Mateus, cap. XVII). 

Eis o restaurador, preparado para a lei de graça, como Moisés o foi da lei escrita. Este restaurador vive? Afirma-o a tradição, e assim devemos crer.

No século XVI escolheu uma espanhola, a grande Teresa de Jesus, e a escolheu para restaurar o Carmelo. Apareceu-lhe muitas vezes, garantindo-lhe que nos últimos tempos sua Ordem se apresentaria com grande força ao combate" 

O Pe.Palau em seguida diz aonde este restaurador "vive"

“No Carmelo, isto é, entre os carmelitas, que herdaram pelas mãos de Eliseu sua capa, e com sua capa seu espírito, e sua missão” [5].

Será o mais extraordinário já visto, muito mariano, oriundo do Monte Carmelo

"este homem, o mais extraordinário que já viram os séculos, terá o poder de "
percutere terram omni plaga quoties cumque volverit”, este homem é escolhido pela Rainha deste monte carmelo para general e chefe de todos os exércitos de Deus, e este homem está às ordens de sua rainha, escondido no monte santo, e preparado para o dia e hora que Deus marcou para a sua missão, e por este homem a Rainha do Carmelo restituirá a ordem na sociedade humana".

Apesar de tudo, muitos católicos o desprezarão, até mesmo no Carmelo

Sim: "venturus est et restituet omnia”, mas será desprezado e horrivelmente perseguido pelos próprios católicos, porque são esses os que perderam o mundo com sua incredulidade.

Os eleitos se unirão a ele e os maus católicos formarão contra ele uma liga juntamente com os reis apóstatas” [6].

“Não há dia nem hora. Quando ninguém, nem sequer os carmelitas, o aguardarão, nem acreditarão nele” [7].

Da onde devemos esperar esta restauração

“Não aguardeis da política outra coisa senão enganos e traições. A restauração não virá daqui: virá do Céu, e nos será trazida por homens que vestidos de uma tosca túnica de pano, anunciarão ao mundo penitência” [8].

Clique aqui para ler mais sobre o Grande Castigo e o Reino de Maria


Santa Teresa de Jesus vê a vinda de um grande Santo Carmelita e de Apóstolos fervorosos


-----------------------
[1] “El Carmelo en 16 de julio de 1870”, El Ermitaño, Año III, n° 89, 21 de Julho de 1870
[2] “La guerra al imperio universal”, El Ermitaño, Nº 102, 20-10-1870 
[3] El Ermitaño, Año IV, n° 113, 5 de Janeiro de 1871
[4] “Cálculos del Ermitaño”, El Ermitaño, Nº 163, 21-12-1871 
[5] “El Carmelo”, El Ermitaño, Nº 154, 19-10-1871
[6] “El Carmelo en 16 de julio de 1870”, El Ermitaño, Año III, n° 89, 21 de Julho de 1870
[7] “Tres días de tinieblas”, El Ermitaño, Nº 119, 16-2-1871
[8] “La Restauración”, El Ermitaño, Nº 141, 20-7-1871