Syllabus Pe. Paulo Ricardo: abençoando palavrões, elogiando cismáticos, bênção carismática, comunhão na mão, etc


Foto 1 - muito difundida na internet

Com a graça de Nossa Senhora esperamos que o Padre Paulo Ricardo, assim como aqueles que possuem apreço sentimental por ele, vejam este artigo com isenção de ânimo, avaliando as fontes aqui dispostas para cada tópico salientado. De fato, é na Tradição da Igreja Católica que se encontra a verdade sobre qualquer assunto. Esta lista (Syllabus) não possui valor algum além do estado laical. Outras compilações:

Clique aqui para mais syllabus contra várias falsa-direitas 


Foto 1 - Recebendo a "bênção" de carismáticos pentecostais, conforme foto muito difundida na internet. Um desses é uma mulher.

Contrastes com a Tradição A imposição de mãos dos leigos carismáticos para abençoar e curar está de acordo com a Tradição Católica?


- “Bendito sejam os palavrões de Olavo de Carvalho se levam para a Igreja Católica”...

“Eu entregaria os meus sobrinhos para serem educados pelo Olavo de Carvalho, com os palavrões que fossem, e não os entregaria a muitos colégios religiosos católicos, aliás, a maioria deles, por uma razão muito simples, eles aprenderiam a verdade com o professor Olavo, e nestes colégios aprenderia uma mentalidade revolucionária...
Com os palavrões dele o professor Olavo já trouxe para a fé católica dezenas de pessoas, eu sou testemunha disso...se com os palavrões ele está conseguindo trazer as pessoas de volta para a Igreja Católica, bendito sejam os palavrões, bendito sejam os palavrões, enquanto certos grupos de tradicionalistas a única coisa que conseguem fazer é definhar, parasitar...” https://www.youtube.com/watch?v=g4NoM8_r6yo   

Atualização: Esse vídeo foi colocado em privado um tempo depois deste artigo, mas nunca houve uma retratação.Resposta breve para afirmação do padre: não leva para a Igreja o que é contra a Igreja. Os fins não justificam os meios.


Contrastes com a Tradição, com respostas às objeções de alguns que citam santos:

Bíblia e santos sobre a modéstia no falar, como palavrões, chocarrice, etc. Respostas às objeções

Sobre o vício do falar imodesto, por Santo Afonso Maria de Ligório



- “Eu chamo de professor Olavo, porque eu o considero meu professor. Eu posso dizer que a minha vida intelectual se divide em antes do Olavo e depois do Olavo."
https://www.youtube.com/watch?v=g4NoM8_r6yo  

Olavo de Carvalho se tornou um cismático sede-vacantista, quando passou a não considerar o Papa Francisco a cabeça da Igreja. Pe. Paulo Ricardo precisa esclarecer esse vídeo, agora mais do que nunca, dado essa tomada de posição do Olavo posterior ao vídeo. Quem está sujeito à hierarquia católica precisa dizer se segue seu "professor" nisso, virando cismático também, ou se rechaça o cisma do Olavo, ou se o favorece. Além disso, precisa esclarecer sua concordância intelectual com Olavo nos temas compilados abaixo, já que o recomenda como professor.

Atualização (2019): Esse vídeo foi colocado em privado um tempo depois deste artigo, mas nunca houve uma retratação.

Sobre: Syllabus Olavo de Carvalho: "depondo" o Papa, má filosofia, flertes com heresias, falsas profecias, blasfêmia, imoralidade e mentiras

Atualização (08/2020): Não sabemos se foi após as denúncias deste syllabus, ou por outra razão, mas o fato é que da época da publicação deste syllabus para cá, o Pe. Paulo Ricardo tem dado a impressão de distância de Olavo de Carvalho. Entretanto, passou a dizer que um ativista pró-vida é santo, o qual já era tido como santo pelo Olavo:

Syllabus Donato: referência dos centros, tido por santo por OdeC (contra-testemunho), líder da Anistia, ecumenismo, progressismo, etc


- “Cada orgasmo deve ser um grito de louvor a Deus”. 
https://www.youtube.com/watch?v=9wtkyt9f-Ts

São Paulo diz, nas Sagradas Escrituras: "Não vos defraudeis um ao outro, senão de comum acordo, durante algum temo, para vos aplicardes à oração; e de novo tornai a coabitar, para que não vos tente satanás por vossa incontinência. Mas digo-vos isto por condescendência, não por mandamento." I Cor VII, 5-6. 

Quer dizer, o casal, para melhor se pôr em oração, deve se abster do débito conjugal durante um tempo, da onde decorre que no ato não é possível rezar o rosário, alguma ladainha, ou louvar a Deus, mesmo não sendo um ato mau em si mesmo. A razão reside em que o ato toma conta de todo o ser humano, sua vontade, seu intelecto, seu corpo, por ser o prazer mais forte dentre os naturais, segundo S. Tomás de Aquino e, além disso, o ato se reveste de pouca dignidade, pela nudez e pelo instinto humano ter de ser exacerbadamente posto em cena para que o ato atinja seu fim. Esse instinto, por causa da mancha do pecado original, não é algo a ser oferecido a Deus, lembrando a moita onde se esconderam Adão e Eva, de modo que não é um ato próprio para louvar a Deus, o ato que se faz pela nudez que os primeiros pais esconderam de Deus. Assim, a Igreja recomendava antigamente que os casados se abstivessem do ato conjugal durante certos dias de festa para se dar mais à oração, conforme ao que dizia S. Agostinho: "Nada faz descer tanto a alma dos altos da virtude como o contato corporal, sem o qual não é possível ter uma esposa" (Comentários à primeira epístola aos Coríntios, capítulo 7, vers.1-9).


- Na descrição de um vídeo seu, disse estar mostrando “o verdadeiro espírito do Concílio Vaticano II", e desmascarando as "artimanhas dos modernistas que tentaram raptar o Concílio”.
https://www.youtube.com/watch?v=ZJTdOCgoXKw

Sobre o tema, veja os artigos que provam ter sido um Concílio a-pastoral, como dizia Plinio Corrêa de Oliveira ao notar a omissão na condenação do comunismo, etc: Todos os artigos deste link



- Defendendo a liberdade religiosa do Vaticano II
https://www.youtube.com/watch?v=F4Wx_y0ru2o

Contraste com a Tradição: Concílio Vaticano II aprovou a liberdade religiosa repudiada pela tradição católica




- Defendendo o encontro de Assis, um encontro ecumênico nunca antes realizado por um Sumo Pontífice. Nesse encontro, entre outras coisas, gente de falsas religiões rezaram com católicos. A partir de 9:00.
https://www.youtube.com/watch?v=mrS-7b3ffJA      

Contraste com a Tradição: Sagrada Escritura, Papas e Santos contra o ecumenismo ou contra a oração com os hereges e cismáticos




- Admite protestantização da missa nova, mas diz que continuará a celebrá-la 

Admitiu-o após ler um livro lefebvrista recomendado por Olavo de Carvalho, o qual nunca recomendaria o primeiro livro sobre o tema, isto é, o livro escrito em 1970 pelo Dr. Arnaldo V. Xavier da Silveira, discípulo de Plinio Corrêa de Oliveira, sobre o qual Olavo sempre fez espiral do silêncio. O livro lefebvrista, sendo posterior, se baseava nesse livro, assim como D. Lefebvre e D. Mayer, que nele baseavam suas posições sobre a missa nova.
https://www.youtube.com/watch?v=3mgieZ1Dbmw

Contraste com a Tradição: Resumo do problema da missa nova segundo o tradicionalismo. Plinio Corrêa de Oliveira introduz o livro de Arnaldo Xavier da Silveira




- Sobre o dom de línguas e RCC: “Mas como eu sei padre, se isso que estou fazendo é inspiração minha ou realidade angélica? Provavelmente você vai saber na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém...Por enquanto vivemos no mistério e não enxergamos as coisas”.

É notável como o padre sequer pensa na alternativa de uma sugestão demoníaca
.
https://gloria.tv/media/CDaTBd82g9Y

Contraste com a Tradição: "Dom de Línguas" dos "carismáticos" refutado pela Bíblia e os Santos. Refutação de objeções


Foto 2
Foto 2 - Celebrando uma missa nova na Canção Nova em um palco nem um pouco sacralizado, junto do fundador da CN, Pe. Jonas, carismático que ora em línguas e ao mesmo tempo não sabe dizer o que está falando: "Ah, padre, mas eu não estou entendendo...Nem eu" (Ver: https://www.youtube.com/watch?v=IJtF8-Hj_zE)

Sobre o tema: Syllabus Movimentos Carismáticos: problemas na liturgia, piedade, teologia, etc


- “Satanás vai se infiltrar na RCC”. 
https://www.youtube.com/watch?v=tjY9bHk0RwQ

O Padre sabe que a RCC nasceu baseada no pentecostalismo carismático protestante (admitido por eles mesmos), e que o protestantismo é obra de Satanás?

Sobre o tema: Syllabus Movimentos Carismáticos: problemas na liturgia, piedade, teologia, etc


- Citando CDC de João Paulo II sobre ser possível ministrar aos cismáticos os sacramentos, “se o pedirem espontaneamente e se estiverem devidamente preparados”.
https://www.youtube.com/watch?v=BNrLW8LBqTg

Contraste com a Tradição: João Paulo II promulgou Código de Direito Canônico que libera um caso de communicatio in sacris passiva

O pai espiritual de Pe. Paulo Ricardo, Dom Eugênio Sales, abraça
Dom Helder Câmara, o "arcebispo vermelho", o qual era muito elogiado por Dom Eugênio

- Elogiando Dom Eugênio Salles: “Devo confessar que na noite de ontem de qualquer forma eu perdi um pai espiritual. D. Eugênio foi muito importante para história da Igreja no Brasil, a história recente. Ele era, com toda a clareza, a voz do Papa no Brasil, ele fazia a questão de ser, ele repetia a voz do Papa, repetia para os seus diocesanos ...”

https://padrepauloricardo.org/episodios/dom-eugenio-sales-uma-escola-de-fidelidade

Sobre Dom Eugênio Sales: Syllabus D. Eugênio Sales: admirava D. Hélder, escondia terroristas, fundou a campanha da fraternidade, apoiou mentiras contra a TFP, etc



- “Então, podemos dizer que a eleição de Bento XVI é a virada. Ele é, de alguma forma, o homem da providência e nós agradecemos a Deus por ter nos dado esse homem providencial".
http://amigocruz.blogspot.com.br/2010/05/alerta-contra-instrumentalizacao-da.html

Contraste com a TradiçãoCrise na Igreja provada por fotos, atos e declarações de Bento XVI


- Apoiando a comunhão na mão se o fiel quiser

Mesmo admitindo que o normal é comungar na boca, o padre diz ser possível comungar na mão, pois o hábito surgiu por pressão dos países do norte da Europa (Holanda, Alemanha, etc) que começaram a comungar na mão por desobediência. O então Papa cedeu à pressão “para não ter uma rebelião em massa”. O Padre Paulo declara que tirou isso do livro do Cardeal Bugnini (ultra-progressista e uma das cabeças do Concílio Vaticano II). Se fôssemos seguir a lógica de que se pode ceder à pressão do erro de católicos, concordaríamos que será preciso adorar o diabo no templo se houver pressão.
A partir de 10:00 – 12:45
https://www.youtube.com/watch?v=-qS1G7eWcpM

Cita o seguinte documento como correto: “Assim, ao fiel é dado escolher entre tomar a comunhão na mão ou diretamente na boca (RS 92)”
https://padrepauloricardo.org/episodios/posso-comungar-com-minhas-proprias-maos-o-corpo-e-sangue-do-senhor

Contraste com a TradiçãoPapas, Santos e Teólogos falaram contra a comunhão na mão? Refutação do pseudo apoio de São Cirilo de Jerusalém 




-Responde ao então Deputado Bolsonaro: “a laqueadura e vasectomia são pecados, mas nem todo pecado precisa ser criminalizado”.
Ver 00:35 – 02:00
https://www.youtube.com/watch?v=7zACNDpJrMM

Mas o então deputado só perguntou se é ou não pecado fazer a lei que ele propõe de laqueadura e vasectomia, então ele ficou sem resposta e continuou por algum tempo com essa proposta pecaminosa a um católico. 





-> CONCLUSÃO

Esta lista de pontos de ensinamentos do Pe. Paulo Ricardo que contrastam com artigos que iluminam a doutrina Católica Tradicional deve ser suficiente para que o próprio ou algum admirador veja que é a Tradição da Santa Igreja o caminho a ser seguido.

Rezemos para que o Pe. Paulo Ricardo, que é uma pessoa com capacidade intelectual e cultura, se curve diante de Nossa Senhora Co-Redentora, e faça assim que tantos outros se curvem também, entre os quais estaremos nós, em ação de graças por isso e pedindo perdão pelos nossos pecados.